terça-feira, 23 de janeiro de 2018

BENFICA: QUEM ENTENDE ISTO?




O SILÊNCIO PODE SAIR CARO
Resultado de imagem para a divida do benfica



Agora que a equipa está a jogar bem, com uma boa dinâmica colectiva, depois de uns primeiros cinco meses do pior que imaginar se poderia, com o Benfica a ter a pior participação de sempre na Liga dos Campeões – e uma das piores da história da Liga dos Campeões -, incapaz também na Taça da Liga de obter uma vitória e eliminado da Taça de Portugal, é que convém bordar certos temas que, noutro contexto – ou seja, no contexto até pouco vivido – poderia ser prejudicial.

Na semana passada ficámos a saber que o presidente do Benfica é devedor de uma vultosa quantia ao Novo Banco, a qual, por critérios que se desconhecem, foi generosamente reestruturada. O que se passa na vida privada do presidente do Benfica, em princípio, não nos interessa, excepto na estrita medida em que a sua actividade privada contende ou pode contender com a sua actividade como presidente do Benfica. E além isso pode também interessar-nos como cidadão na medida em que o Novo Banco é um dos banco a que todos, como contribuintes, temos vindo, sem retorno nem qualquer outro direito, a ser chamados a recapitalizar e relativamente ao qual não está excluída a hipótese de o Estado ter de voltar a intervir com meios financeiros avultados.

Curiosamente, a mesma pessoa que na sua actividade empresarial privada contraiu grandes dívidas, contrai-as também como presidente do Benfica, sendo hoje a Benfica SAD uma das sociedades desportivas com maior passivo europeu. A dívida, seja ela do Benfica, do Estado ou de um cidadão ou empresa, é sempre um enorme fardo que a todo o momento pode explodir e dinamitar todo o edifício sobre ela construído, com consequência verdadeiramente devastadoras, bastando para tanto que a taxa de juro suba e os encargos financeiros passem a ser incomportáveis.

Curiosamente, mais uma vez, o que no Benfica é dificilmente explicável é a dívida aumentar ou não diminuir significativamente sendo o Benfica o clube, ou seguramente um dos clubes, que mais e melhor vende no mundo, ascendendo a muitas centenas de milhões de euros as vendas efectuadas nestes últimos dez anos. Diz-se, recorda Vieira, que temos um activo valioso. Sim, mas de que vale esse activo se não houver jogadores valiosos e de categoria para o utilizarem e rentabilizarem? Que ninguém tenha dúvidas: se houver um aperto financeiro no Benfica a primeira consequência é a degradação qualitativa do plantel.

E ligada a esta salta à vista outra questão , já aqui abordada por mais de uma vez, mas com pouco êxito: O Benfica ainda poderia sobreviver como grande clube nesse aperto financeiro de que falámos ou até evitá-lo, se as estrelas formadas no Seixal permanecessem no clube por três ou quatro anos, depois de atingirem a maturidade. Mas não, o que se vê é um presidente voraz que quer vender seja qual for a idade do jogador, às vezes ainda criança, desde que haja quem dê dinheiro por ele. Estratégia que desmente e desmascara a tal ideia de que o Benfica vai privilegiar a formação, no sentido de constituir uma grande equipa construída com base nas estrelas do Seixal. Falso, mentira – mal o jovem desponta, qualquer que seja a sua idade, a primeira coisa que ocorre ao presidente do Benfica é vendê-lo. Vende, vende …e a dívida não abate ou até aumenta.

Outra questão que no Benfica tem de merecer uma reflexão séria, feita por gente séria, é a pouca vergonha das comissões. Houve negócios em que as comissões quase igualaram o que o Benfica recebeu.

Isto não pode continuar, como continuar não pode ter a SAD do Benfica um presidente que nada ganha, além do mais  sendo ele um empresário cheio de dívidas. Isto tem de acabar e urgentemente, em nome da transparência e do princípio da responsabilidade.

Em suma, depois deste mandato Vieira tem de deixar o Benfica. Que os Benfiquistas se unam em torno de uma personalidade sem mácula que goste realmente do Benfica e esteja verdadeiramente disposto a sanear financeiramente o clube enquanto é tempo e sem atropelos. Se os Benfiquistas o não fizeram, outros sem respeito nem amor ao clube o farão por eles …


3 comentários:

Papoila Saltitante disse...

Excelente artigo. Parabéns.
Saudações benfiquistas.

Rosario Negrao disse...

Serao os socios do Sport Lisboa e Benfica que nas urnas decidirao quem querem que seja o futuro Presidente (daqui a 3 anos).
Que eu saiba so existe um "putativo" candidato...
Se existem pessoas interessadas e acham que esta Presidencia nao serve, entao so tem uma coisa a fazer, apresentar alternativa, recolher assinaturas dos descontentes e
solicitar uma AG...muito simples!!!!
No entanto gostava de saber qual o interesse em estar a levantar esta situação nesta fase da epoca?
Vamos aguardar pela conquista do PENTA e depois falamos. OK???
E a minha opiniao como socia do SLB, se entenderes nao publicar o Blog é teu!!!!

Anónimo disse...

Gasta-se dinheiro à toa em jogadores que não servem e que qualquer observação competente estaria em condições de antecipar.
Estou a ver o Oliveirense - Setubal para a final four da TL. O Setubal está a ganhar, mas está a levar um banho de bola e deveria estar a perder.
Que espera o Benfica para contratar Ricardo Tavares, já, excelente lateral esquerdo do Oliveirense. Alem do mais remata muito bem.